PARTICIPE

FACEBOOK


publicidade

04/05/2017
310 visualizações

Ultrassom Transvaginal é essencial para a saúde feminina

Foto Reprodução

O exame Ultrassom Transvaginal é um dos mais importantes para garantir a saúde da mulher e é fundamental, inclusive, em casos de mulheres que estão na tentativa por uma gestação, isso porque por meio deste exame é possível saber se está tudo certo com o aparelho reprodutor e se houver qualquer problema, o diagnóstico precoce e tratamento podem reverter a causa da infertilidade.

 Este exame não causa quaisquer riscos para a mulher e é realizado com o auxílio de um aparelho que emite ondas inofensivas com muita velocidade. Essas ondas são capazes de ultrapassar tecidos envoltos por água e se houver quaisquer obstáculos, essas mesmas ondas reagem devolvendo imagens. Para evitar contágios, o especialista em Ginecologia utiliza um novo preservativo a cada paciente e um gel lubrificante à base de água é aplicado para facilitar a introdução do aparelho na região vaginal.

 
Muitos problemas de saúde podem ser identificados a partir deste exame de alta tecnologia como é o caso da endometriose, que pode provocar a infertilidade. Segundo artigo científico publicado pela Revista Hospital Universitário Pedro Ernesto, a endometriose é um problema com prevalência de até 70% em mulheres com dor pélvica e infertilidade e entre os exames de imagem, o ultrassom transvaginal é o exame com melhor custo-benefício para a avaliação inicial da doença.

 
Indicações do Ultrassom Transvaginal

 
Este exame pode dar ao especialista uma ideia exata do que está ocorrendo com o aparelho reprodutor feminino. É possível visualizar os ovários, o colo do útero e trompas. O site que aborda assuntos em torno da saúde feminina, Trocando Fraldas, destaca quais são os principais problemas de saúde que podem ser constatados a partir do ultrassom transvaginal:

 
Morfologia do útero – Qualquer problema na formação do útero pode ser identificado a partir deste exame de imagem: útero septado; didelfo; útero bicorno, entre outros. É possível identificar, por exemplo, um útero infantil em idade reprodutiva e a altura e espessura uterina. Um colo de útero curto pode atrapalhar em caso de gestação.

Situação do endométrio – É possível ver o tamanho e espessura do endométrio. Com o exame transvaginal também podem ser identificados problemas como: varizes uterinas; líquidos que podem apontar infecção; pólipos endometriais, miomas, entre outros.

Ovários – Se houver má formação dos ovários ou a presença de micro policísticos, é possível visualizar por meio do ultrassom transvaginal. Um problema de ovários policísticos, que também pode impedir a mulher de engravidar, pode ser identificado por meio deste exame e tratado precocemente.

É essencial que a mulher visite regularmente um ginecologista de confiança e que se submeta aos exames indicados. Em casos do desejo pela gestação, o ultrassom transvaginal mostra se existe algum problema e assim, o tratamento pode ser iniciado o quanto antes para a reversão da infertilidade.

Tags: Caetité Notícias,Caetité,Cidade

RÁDIO CN

LOCALIZAR

MAIS CN

Lula tem 30%, Bolsonaro, 16%, e Marina, 15%, aponta pesquisa Datafolha para 2018

26/06/2017

São João de Ofertas do Supermercado Cruz. Confira!!!

22/06/2017

Caetité realizará II Mostra de Quadrilhas do município

21/06/2017

Reforma trabalhista: comissão do Senado rejeita parecer favorável ao texto

21/06/2017

Confira as Promoções do Supermercado Cruz.

20/06/2017

Vaticano investiga grupo católico brasileiro por suspeita de pacto com Satã para matar o papa

20/06/2017

voltar ao topo