NOTÍCIA ANTERIOR

Homem é morto com cinco tiros em Caetité.

PRÓXIMA NOTÍCIA

Representantes da BAMIM, vão atrás de apoio de diplomata Chinês para acelerar decisão de empresas chinesas sobre FIOL.

Editorial: O bom mesmo da Festa da Esquina do Padre é o cortejo. Em tempos de crise é necessário repensar.

Data publicação: 20/11/2018

Com a chegada do ano de 2019, a Lavagem da Esquina do Padre surge novamente no calendário festivo de janeiro da cidade de Caetité, trazendo mais uma grande despesa para os cofres públicos do município.


A festa momesca tomou força nos últimos anos e milhares de pessoas de várias partes da região, vem a cidade aproveitar o evento. Com o crescimento, veio também o aumento de gastos com a festa. Financiada diretamente pela Prefeitura Municipal a Lavagem em tempo de crise pode sair cara, digo em um sentido bem amargo. Ela pode ser repensada. É notório que os municípios de todo o  Brasil, enfrentam uma crise financeira sem precedentes, levando seus administradores a tomarem medidas impopulares como  demissões e aplicar  mecanismos de economia. Serviços básicos são reduzidos e a população sente os efeitos.


Voltando a Lavagem, é de convir que o cortejo que sai do bairro da Feira Velha e percorre as ruas da cidade é o momento alto do evento. O boi de Idalino, o Sambão de Robertinho, as Baianas, as fantasias,  a alegria do povo e as bandas de sopro são inconfundíveis.  Essa parte se fomos analisar friamente, é barata e linda, deve ser mantida e traduz  na sua essência um história cultural única. Caro mesmo, são as bandas, trios e toda a estrutura que o evento gera. É prudente e no minimo plausível, que a Lavagem em tempos de crise seja reduzida. Existem formas de manter o mesmo brilhantismo gastando muito menos.  A medida pode ser antipática para alguns, mas é  certeza que se aplicada, vai agradar a maioria da população, que prefere vê o dinheiro sendo investido em áreas cruciais e essenciais que devem ser mantidas, principalmente na crise. 


Incentivem os blocos alternativos, que podem ser uma boa opção para as noites  da festa e substituir as bandas caras que sobem aos trios. Grupos e bandas musicais de Caetité também podem se apresentar em palcos. Temos boas opções e ótimos cantores. Enfim, a festa como um todo não pode ser extinta e já faz parte do calendário festivo de Caetité. Em tempo de pouco dinheiro, é bastante viável economizar, do que chorar a alegria que será passageira, isso é fato!

Portanto, Viva a Lavagem da Esquina do Padre. Viva Monsenhor. Viva a diversidade de nossa cidade! 


Caetité Notícias © Copyright 2011 - 2017, Todos os direitos reservados Desenvolvido por WSouza Sistemas