NOTÍCIA ANTERIOR

Anagé: Prefeitura repudia ‘montanha’ de lixo no meio da rua; imagem viralizou nas redes sociai

PRÓXIMA NOTÍCIA

Caetité: Jovem fica ferido após sofrer acidente na BR-122.

Após reforma trabalhista, juiz baiano condena funcionário

Data publicação: 13/11/2017

O juiz do trabalho baiano José Cairo Júnior condenou, neste sábado (11), um empregado que pedia indenização da empresa em que trabalhava por ter sido assaltado pouco antes de sair da firma.


Ao basear-se na nova legislação trabalhista, o magistrado argumentou que é ““responsabilidade civil do empregador decorrente de atos de violência praticados por terceiros”. Na mesma ação, o trabalhador pleiteou o pagamento de horas extras, mas Cairo Junior entendeu que ele não comprovou a carga horária adicional.


O funcionário, segundo a Folha, pedia R$ 50 mil, mas foi obrigado a desembolsar R$ 8,5 mil por litigância de má-fé e pelas custas da ação.

Caetité Notícias © Copyright 2011 - 2017, Todos os direitos reservados Desenvolvido por WSouza Sistemas